Quarta-feira, 15 de Abril de 2009

A Igreja da Lapa.

A história da Igreja da Lapa começa na 2ª metade do sec. XVIII e está associada à acção do jesuíta P. Ângelo de Sequeira, natural de S. Paulo, Brasil.Homem de grande iniciativa e coração missionário, após notável trabalho na sua pátria, veio para Portugal a fim de divulgar a devoção à Senhora da Lapa (alusão à lapa de Belém, onde se crê que Maria tenha dado à luz).

Pouco tempo depois de ter desembarcado em Lisboa, já a sua fama era grande. Talvez por isso, D. Diogo de Sousa, então governador de armas da cidade do Porto, informado dos acontecimentos, convidou-o a visitar esta cidade. Tendo a população acorrido em grande número, o P. Ângelo de Sequeira resolveu construir uma pequena capela dedicada à Senhora da Lapa, bem como mandou esculpir uma imagem (provavelmente a que se encontra, hoje, no camarim do altar-mor.)

Assim se iniciou a construção duma pequena capela, naquele que era um local ermo, longe da cidade: no "Padrão velho, na raiz do monte de S. Ovídio". Porém, tendo-se tornado exígua para o número de fiéis que a ela acorriam, deu-se lugar ao lançamento da 1ª pedra daquela que viria a ser a actual IGREJA DE NOSSA SENHORA DA LAPA, a 17 de Julho de 1756.


O traçado arquitectónico deve-se aos arquitectos João Strovel e José de Figueiredo Seixas. A sua construção, porém, foi lenta. A capela-mor foi concluída em 1773 e o corpo da igreja e frontaria foram dados como terminados em 1779, tendo-se realizado a dedicação da igreja na festa da Padroeira: 1º Domingo de Maio de 1779. Dada a grandeza do projecto arquitectónico, só agora foi possível começar a ornamentação interior e construção dos altares. O altar-mor, por exemplo, da autoria do entalhador portuense Manuel Moreira da Silva, é dado como concluído em Março de 1806. Faltavam ainda as torres. A torre do lado norte data de 1855 e a do lado sul de 1863.

Ao entrar neste amplo edifício, de nave única, (56 m de comprimento, 15 m de largura e 25,5 m de altura interior) poderá apreciar o majestoso altar-mor, encimado por esculturas de tamanho maior que o natural, e o belo arco-cruzeiro, em granito, admiravelmente ornamentado.


-No altar de S. José encontra-se um interessante presépio miniatura, da escola de Machado de Castro.

-Caminhando até ao arco-cruzeiro, é altura de olhar para trás e admirar o Grande Órgão de Tubos, instalado no coro-alto. O seu autor é o Mestre-organeiro alemão GEORG JANN e foi inaugurado em 7 de Julho de 1995. Este Órgão possui 4 teclados manuais e pedaleira, com 64 registos e carrilhão, num total de 4.307 tubos.

-Os vitrais das duas janelas, ao nível do solo, são de Maumejean, Paris, 1927. Os vitrais, ao nível do órgão, são de R. Leone, Lisboa, 1931.

-Na capela-mor encontrará, do lado esquerdo, um monumento, em granito, contendo o coração de D. Pedro IV (D. Pedro I, Imperador do Brasil). Foi uma doação (1835) feita à cidade do Porto pela forma como esta o recebeu, a quando das lutas liberais. No lado direito encontra-se um cadeiral, em madeira entalhada, proveniente do convento dos Lóios (Porto). No altar-mor poderá admirar de perto a bela imagem, em madeira policromada, de Nossa Senhora da Lapa (sec. XVIII).

-Saia pela porta que dá acesso ao corredor lateral e visite a Sala do Poço que contém três telas pertencentes aos altares laterais da Igreja, bem como um poço, com água corrente, aberto na parede.

-De regresso visite a Sacristia. Aí se encontra um arcaz do sec. XVIII, em pau santo e pau rosa (do Convento da Ave-Maria?); um conjunto de armários, mesa e lambrim em pau santo, executado em 1989; e ainda 3 vitrais alusivos a Nossa Senhora, desenhados pelo Mestre De Francesco e realizados pela firma italiana Lindo e A. Grassi, de Milão, em 1993.

-Siga, agora, para a Sala dos Quadros onde poderá ver uma grande colecção de quadros a óleo, entre os quais, o quadro do fundador, P. Ângelo de Sequeira, bem como de muitos doadores da Venerável Irmandade de Nossa Senhora da Lapa; o antigo relógio da torre (inglês, sec. XIX); e ainda o belo quadro de S. Sebastião, de Joaquim Rafael.

-Saindo pelo corredor, em direcção ao exterior, poderá finalmente admirar a fachada da Igreja, com as duas altaneiras torres e um conjunto de 4 estátuas, em granito, representando as figuras bíblicas de Judite, Ester, Raquel e Sara.

publicado por Admin às 23:10
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.últ. comentários

Este link não funciona. Por favor, coloque um novo...
cria um novo link por favor
http://youtu.be/jb3FvmaWtRo
Meu sonho è ter sexo com ela...
Faço desde já uma declaração prévia: sou agnóstico...
Faço desde já uma declaração prévia: sou agnóstico...
Si quieren ver mas de ella visiten: http://bootyc...
adoro documentarios !!!show de bola esse blog !!!!...
eu saquei o jogo mas nao consigo jogar, ele foi te...
em 1º lugar, para os que tem o minimo de conhecime...
blogs SAPO

.subscrever feeds